24.10.07

Terça-Feira



Eu sou ousado.
Na cozinha, pelo menos.
Na terça-feira, na casa de Faustinho, dividi as quatro bocas do fogão com um chefe já premiado como Revelação em Salvador.
E espero não ter deixado constrangido o chef Marcelo Fujita, da Creperia Mariposa e do Jóia Lounge.
Em vez de fazer uma entrada e um prato principal, resolvemos fazer dois pratos.
Marcelo abriu com um peixe e farofa de camarão, receita de família, que ficou fantástico.
O peixe, filés de robalo, foram grelhados numa frigideira rapidamente com sal e pimenta do reino e, depois, levado ao forno para completar o cozimento.
Já no forno, ele temperou com alecrim, tomate picado e azeite de oliva.
Simples.
Como simples deve ser o cozimento do peixe.
Não posso dar detalhes do acompanhamento, a farofa de camarão.
Mas o conjunto ficou perfeito.



Eu, para não fazer feio, fiz o Risoto de Filé de Cordeiro (receita em post anterior).
Ficou perfumado, picante, muito gostoso.



Os vinhos servidos por Fausto, com a ajuda do Juan, da Ana Import, foram perfeitos.
Mais perfeito ainda foi o grupo que esteve reunido.


Comida, vinho, amigos.
Existem motivos melhores para a gente se reunir???

3 comentários:

Laurinha disse...

Nada melhor que boa companhia, boa conversa, e boa comida e vinho!
Paraéns pelo risotto!
Beijinhos,

Agdah disse...

Êta vida "mais ou menos"... Agora diga, não é bacana morar na Bahia?

Verena disse...

Giácomo, cheguei até aqui através do Pitadinhas...e adorei as receitas e o alto astral! Voltarei mais vezes...
PS: a receita do World Pasta Day é para participar do evento que estou hospedando ou foi coincidência????
Um abraço,

www.mangiachetefabene.wordpress.com