19.1.06

Tábua Condenada ?!


Minhas amigas lá do Rainhas do Lar acabam de apresentar um estudo que mostra o perigo das tábuas de madeira na cozinha.
O perigo realmente existe, porque a qualidade das análises bioquímicas aumentou muito.
Pois desde que me lembre, na minha casa sempre houve duas tábuas. Uma para doces e frutas e outra para carnes e legumes. Devidamente identificadas.
Pelo que me lembre, nunca tivemos nenhum problema de saúde por contaminação cruzada (carne X legumes). Minhas avós, mãe, irmãs e eu sempre cuidamos muito bem das tábuas depois do uso. Com o tempo, muito a contragosto, fomos substituindo a de legumes pela de polipropileno(plástico, mesmo!). A de carne, não teve jeito: sempre foi de madeira!
E tem mais: meu sonho sempre foi ter uma cepa. Uma tábua grossa, feita de um pedaço de árvore nobre para cortar carnes e ossos.
Logo, logo minha cozinha vai ficar pronta e as tábuas poderão não ser mais de madeira. Mas que vou usar uma cepa para as carnes, não tenho dúvida! As facas parecem agradecer por não perder o fio tão rapidamente.

8 comentários:

Lígia disse...

OLÁ!
Cheguei aqui pelo Chucrute com Salsicha e adorei!
Também quero uma cepa, definitivamente, "tábuas" de plástico são horríveis e eu não me acostumo...
Abraços!

Samuca disse...

A minha tábua de carne estava tão velhinha que, há dois anos, depois de ser aterrorizado por essas novas falácias, acabei jogando fora.

Às vezes penso como você, lá em casa ninguém teve problemas desse tipo. Estarão as bactérias, hoje em dia, mais atrevidas e poderosas? hehehehe...

Outro dia na tevê, meteram o pau no colher de pau! Mas aí tudo bem, que eu tenho usado as de silicone e estou bem satisfeito.

Abraços,
Samu

Lígia disse...

Olá...fiquei honrada com sua visita! Minhas colheres são de pau! E de bambu, e se eu te contar a faca que uso....
Hoje vou preparar meu primeiro risoto de verdade, com arroz carnarolli, já que não achei o arbóreo, e depois te escrevo contado o resultado!!!!
Espero que eu não faça feio!
Um abraço!!!

Fer Guimaraes Rosa disse...

eu tenho uma de bambu e nao vejo problemas. as tabuas de madeira de hoje sao muito bem tratadas, nao sao como aquelas de antigamente... as de plastico quebram um galho. mas se voce tomar cuidado, lavar bem, usar um spray... aqui como 99% do frango comum eh contaminado com salmonela, eu tomo o maior cuidado. eh so! :-)

beijos,

Lígia disse...

Oi, Giácomo. Eu de novo! Fiz o risoto e o resultado eu postei no meu blog.
Fiquei honrada com o link!
Beijos!

Faby disse...

Giácomo, eu também sou adepta das tábuas de madeira. Até tenho uma de plástico mas não curto e lá em casa sempre usamos a de madeira e minha avó está com 87 anos e nunca teve nenhum tipo de infecção por conta das pobres tábuas.
Eu acho que o mundo anda meio neurótico, isso sim.

Mas, a verdade é que vi outro dia essas novas tábuas de vidro temperado, que náo riscam, não tem cheiro e não soltam as tiras...hauhauhaua. São modernas e bonitas mas também caras. Um dia eu vou me atrever a comprar uma para experimentar... um dia.

Beijoca!
Faby

kátia najara disse...

menino, as tábuas renderam, hein?
:)))
beijo,
katita

Silvia - BH disse...

Vou tb dar meus palpites. Comprei tábua da Tramontina, de madeira. TEm explicação de como preparar para o uso (unta-se com óleo) e como é tratada. Só não gosto porque na cozinha onde estou ela termina nao secando bem e cria mofo. Tenho tábua de melamima, de plástico. Da de vidro temperado não gostei.
Gosto de poder escolher e de ter várias para não precisar de lavar correndo.

Podem dizer o que quiserem, vou continuar usando panela de barro, colher de pau e de bambu, e paninho meio encardido (mas regularmente fervido porque não gosto de água sanitária).